Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fode Fode Patife

Fode Fode Patife

Aparelho nos dentes

08.07.10
Mulher que assobia ou é cabra ou é vadia. Gosto muito desta expressão popular. E estou com ela sempre na cabeça quando passo no Chiado e ouço uma mulher a assobiar. As orelhas do Patife eriçam-se, qual cão de caça, o faro - e o falo - apuram-se, e os olhos tentam encontrar na multidão a assobiadeira. Além do mais, mulher que assobia em pleno Chiado, está bom de ver, proporciona uma grande chiadeira na cama. De resto, com o Patife, chiadeira é o que acontece quando aqui o rei faz ânus. Mas dizia eu, ontem ao final da tarde lá dou a minha volta pelo Chiado a caminho de casa. E os meus pensamentos têm esta propriedade mágica de serem magnéticos. Por isso subo o Chiado a pensar: Assobia, assobia quer sejas cabra ou vadia, assobia, assobia quer sejas cabra ou vadia, repetido mentalmente até à exaustão. E invariavelmente lá escuto ao longe, entre a confusão de pernas despidas e de mamas decotadas, um assobiozito agudo, o que se torna grave. Procuro febrilmente os lábios cabris e vadios que emitem aquele som, tal como a melodia de um rouxinol atrai a cobra predadora. Se bem que neste caso o assobio atrai é aqui a cobra zarolha. Por fim lá a encontro. A expressão popular é como o algodão e a única dúvida é se ela é cabra ou vadia. Ou ambas. Ainda nem a foquei devidamente, muito provavelmente porque o par de chuchas que ela traz ao peito é digno de vazar uma vista, e já vislumbro a moça a sorrir. O Patife está habituado que se desfaçam em sorrisos à sua passagem mas esta tinha uma peculiaridade. Tinha aparelho nos dentes, apesar do seu ar trintão. Isto estancou de pronto a vontade fodista do Patife que sempre achou que um fellatiozinho feito por uma mulher de aparelho nos dentes devia ser considerado desporto radical. É como ter uma boca de palha-de-aço a mamar-nos no palhaço. E o Patife até gosta de desportos radicais. Mas este tipo de adrenalina faz o Pacheco tornar-se numa verga fina. E é a única situação possível em que elas se esquivam de levar com o meu aparelho nos dentes. Por isso tentámos outro tipo de abordagem esfodaceira, na linha dos desportos radicais. A escalada: É que demorou tanto tempo a chegar ao topo do monte Pacheco que a moça ficou com a rata escaldada.

50 comentários

Comentar post

Pág. 1/5