Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fode Fode Patife

Fode Fode Patife

Dia Mundial das Zonas Húmidas

03.02.11

Ontem comemorou-se o Dia Mundial das Zonas Húmidas. É o meu Dia Mundial preferido e desconfio que tenho uma quota parte de responsabilidade no facto das zonas húmidas terem um dia mundial só para elas. Por isso, para comemorar este magnífico dia, organizei uma grande festa com zonas húmidas no meu sótão, comigo e com mais onze diabretes sexuais do sexo feminino. Fiquei logo entusiasmado com a ideia, pois desde pequeno que quero dizer que tenho pachachinhas no sótão. Estavam elas já lá em cima a preparar as zonas húmidas para o Patife quando me ocorre, cá em baixo enquanto me sirvo um copo de whisky, que nunca tinha estado com onze pachachinhas ao mesmo tempo só para mim. É certo que tenho aqui uma bela picha-carpinteira mas estava com receio que, a meio do esfreganço geral, já não conseguisse dizer cona com cona. Claro que bebi o copo de um trago e subi as escadas confiante na habilidade aqui do Pacheco. Depois de seis horas a meter a foice em seara alheia devo dizer que o Pacheco bem pode ser considerado como um autêntico Ministro do Interior ou mesmo elevado a Património Nacional da Humidade. Mas após o triunfante final, com os corpos desnudados das tipas todos estendidos pelo soalho de madeira, tive um raro momento de reflexão que me deixou um pouco abatido e a pensar que a minha vida é um grande vazio sem sentido. Foi uma epifania de sensibilidade extrema que convosco partilho: Uma das grandes angústias do Patife é só ter 30 centímetros de picha. É triste ficar a um mísero centímetro de poder usar a expressão 31 de boca com toda a propriedade.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.