Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fode Fode Patife

Fode Fode Patife

O Patife quer música

29.04.10
A semana passada amarfanhei uma TT. Aposto que os leitores mais devassos já estão a pensar que uma TT é uma senhora que tem uma pachacha Todo-o-Terreno. Pois enganam-se, seus porcalhões. Era Tocadora de Tuba numa orquestra. O que me fez pensar de mim para comigo com o Pacheco à escuta: Ó Patife, se esta está habituada a soprar numa tuba não deve ter grandes dificuldades em abocanhar-te o trombone. Pareceu-me um pensamento razoável com uma boa dose de lógica à mistura. A gaja era impressionante em palco a soprar na tuba e andei fixado a semana inteira com aquilo. Sonhava com as notas musicais que ela, dada a sua mestria bocal, conseguiria extrair da minha gaita de foles. Quando finalmente a convenci a mudar de instrumento de sopro, ajoelha-se mais depressa que qualquer bom cristão repleto de pecados e devora-me o marsapo como se não comesse há semanas. Calma lá filha, que isto não é tudo para ti. Não sejas egoísta. Sabes quantas comilonas há no mundo? Só por isso, virei-a do avesso e pensei: Espera lá que já te encho a alcofa. Bem, foi pior a emenda para o meu corneto, pois tinha uma bardanasca que mais parecia um ouriço caixeiro eriçado diante de uma raposa selvagem. Aqui a matreira bem tentou entrar mas estava tudo armadilhado e eu cá já não vou em cantigas. Porque amanhã é outro dia. E se eu entro ali, amanhã o Pacheco já não pia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.